sábado, 29 de abril de 2017

A mídia é capaz de cegar

Ontem, durante a Greve Geral, ouvi comentários que demonstram, se não comprovam, que a mídia é capaz de cegar as pessoas. Pelo menos duas pessoas, próximas, reconhecidamente trabalhadoras, voltavam suas baterias especificamente contra Luiz Inácio da Silva e contra a Greve. O primeiro dizia que Lula deveria ser preso, que do dia 10 não passa e coisas do gênero. O outro, argumentava que a manifestação era em favor de Lula e não contra as reformas trabalhistas e da previdência. Fazia o mesmo discurso oficial (o mesmo de uma grande emissora de televisão) de que as mudanças eram só positivas: a permissão da negociação direta entre patrão e empregado e a possibilidade de se “negociar jornadas de trabalho semanais”. A mídia cega e nós, os professores e professoras, de todas as áreas e não-apenas do Jornalismo, não temos conseguido meios para abrir os olhos: do povo e dos estudantes de Jornalismo. Eis um desafio que devemos enfrentar!


Visite também o Blog de Educação do professor Gilson Monteiro e o Blog Gilson Monteiro Em Toques. Ou encontre-me no www.linkedin.com e no www.facebook.com/GilsonMonteiro.

sexta-feira, 28 de abril de 2017

Escolas acertam em suspender aulas

Não foi apenas a Administração Superior da Universidade Federal do Amazonas (UFAM) que, por meio da Portaria 0852/2017 –GR, suspendeu as atividades hoje, em função da Greve Geral. Escolas públicas e particulares usaram o princípio da razoabilidade e não abriram hoje. É razoável, por exemplo, que um gestor tenha sensibilidade e não prejudique as pessoas, seus colaboradores, com a perspectiva de paralisação do transporte coletivo: muitas pessoas, certamente, não poderiam comparecer ao local de trabalho. Atribuir faltas a quem não comparecesse, caso os serviços fossem mantidos, seria a medida correta e legal. Nem sempre, no entanto, ser correto e legal é ser justo. Desta forma, acerta sim, um gestor que suspende as atividades em dia de Greve Geral.


Visite também o Blog de Educação do professor Gilson Monteiro e o Blog Gilson Monteiro Em Toques. Ou encontre-me no www.linkedin.com e no www.facebook.com/GilsonMonteiro.

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Só serviços essenciais amanhã na UFAM

A Administração Superior da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), por meio da Portaria 0852/2017 –GR, determinou que amanhã, dia 28 de abril de 2017, não haverá expediente na Instituição. Os serviços essenciais prestados por quaisquer dos órgãos das UFAM, no entanto, estão mantidos. A Administração da UFAM entendeu que existe expectativa de grandes manifestações, o que poderia dificultar a chegada ao trabalho dos que não quisessem aderir ao movimento. Também entendeu que poderia haver prejuízo ao erário público caso os serviços fossem mantidos. Como no primeiro dia de maio se comemora o “Dia do Trabalho”, as atividades só serão retomadas na UFAM terça-feira, dia 02 de maio de 2017.


Visite também o Blog de Educação do professor Gilson Monteiro e o Blog Gilson Monteiro Em Toques. Ou encontre-me no www.linkedin.com e no www.facebook.com/GilsonMonteiro.